Brasil repudia ataque à Embaixada da França na Líbia

Posted on 23/04/2013

0


“O Brasil repudia veementemente o ataque e insta seus responsáveis ao diálogo pacífico, respeitando o princípio da inviolabilidade das representações diplomáticas e consulares”, diz nota do Itamaraty. Um carro-bomba explodiu em frente à Embaixada da França, em Trípoli, e feriu dois seguranças

Brasília – O governo do Brasil condenou hoje (23) o ataque à Embaixada da França, em Trípoli, na Líbia. Em nota, o Ministério das Relações Exteriores, Itamaraty, diz repudiar o ato e lembra que as representações diplomáticas são invioláveis. “O Brasil repudia veementemente o ataque e insta seus responsáveis ao diálogo pacífico, respeitando o princípio da inviolabilidade das representações diplomáticas e consulares”, diz o texto.

Um carro-bomba explodiu hoje em frente à Embaixada da França, em Trípoli, e feriu dois seguranças franceses. A explosão destruiu parte do muro da embaixada e causou graves danos ao edifício. O governo líbio acusou grupos terroristas pelo ataque. O presidente da França, François Hollande, disse que o governo francês espera que a Líbia esclareça o caso.

Hollande determinou que o ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, vá à Líbia para avaliar a situação e adotar as medidas necessárias para repatriar os dois seguranças feridos. Em comunicado, Fabius disse que em parceria com as autoridades líbias será feito um esforço para esclarecer as circunstâncias do ataque classificado por ele como “odioso”.

O deputado francês Jacques Myard disse que a explosão destruiu 80% do prédio onde fica a representação diplomática. A embaixada está instalada em uma casa de dois andares, em um bairro residencial de Tripoli. Dois carros estacionados perto da embaixada também ficaram destruídos.

Fonte: Agência Brasil/ABr – Repórter: Renata Giraldi
Edição: Denise Griesinger

Anúncios