Petrópolis recebe técnicos da Defesa Civil Nacional e ajuda federal

Posted on 17/11/2016

0


Técnicos da Defesa Civil Nacional estão em Petrópolis, na Região Serrana fluminense, a partir de hoje (17), para auxiliar na elaboração de um plano de trabalho que assegure o restabelecimento de serviços essenciais, depois das fortes chuvas provocaram estragos no município. A ajuda foi firmada em um encontro realizado ontem (16) em Brasília entre o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, e o prefeito de Petrópolis, Rubens Bomtempo.

Para ter acesso às ações federais, o município ou o estado devem decretar situação de emergência ou calamidade pública e solicitar o reconhecimento federal, no prazo de dez dias contados a partir da ocorrência, medida que a prefeitura de Petrópolis adotou ontem. Os recursos disponibilizados para ações de recuperação visam à reconstrução de áreas danificadas. O município precisará apresentar um plano de trabalho em até 90 dias, com o levantamento dos danos.

Segundo a prefeitura da cidade da região serrana, o ministro da Integração Nacional garantiu a inclusão da obra na Rua Uruguai no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) das Encostas. Desde sexta-feira, a Defesa Civil do município registrou 74 ocorrências devido às chuvas.

A mais grave foi registrada pouco antes das 23h de segunda-feira (14) justamente na Rua Uruguai, no Quitandinha, onde houve desprendimento de fragmentos da Pedra do Quitandinha de uma altura de aproximadamente 200 metros, fazendo deslizar mais de mil toneladas de pedras e terra.

O deslizamento de grandes proporções não foi influenciado por ação humana, informou a prefeitura do município. Três casas foram completamente destruídas e outras duas foram parcialmente atingidas. Duas pessoas morreram. Um trecho de 100 metros da Rua Uruguai foi isolado, e os moradores orientados a seguir para locais seguros.

Bomtempo relatou preocupação com o fato de o período de fortes chuvas estarem apenas começando. O prefeito disse que nos últimos quatro anos o trabalho foi feito não apenas para melhorar e agilizar as respostas em casos de desastres, mas também em prevenção. Segundo Bomtempo, nunca houve, na cidade, tantas obras e ações preventivas, o que ele classificou como um trabalho de longo prazo, para o qual é necessária a participação de todos os entes federativos.

A Defesa Civil de Petrópolis orienta a população para que fique atenta, em função dos acumulados de chuvas que deixam o solo encharcado. Segundo a nota, é fundamental que moradores jamais permaneçam em imóveis ou áreas já interditados pela Defesa Civil. Esses moradores devem procurar local seguro, como casas de amigos ou parentes, que não fiquem em áreas de risco. No caso de qualquer sinal de instabilidade na casa ou no terreno, o morador deve ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva da Defesa Civil. A ligação e o serviço são gratuitos.

Fonte: Agência Rio de Notícias /AR

Posted in: Sem categoria